Shanti e seus significados

Por que cantamos Shanti (Paz) por três vezes?

Por Lilian Le Page

conf13 0001

A Paz tem um sentido de proteção. Quando a gente se sente protegido, nos sentimos em paz. São três os níveis de proteção revelados por esta entoação. 

  1. Contra os fenômenos da natureza.
  2. Contra os ambientes externos que frequentamos, a negatividade de outras pessoas, heranças e tendências genéticas.
  3. Contra os nossos condicionamentos e padrões limitantes.

O primeiro nível é o mais abrangente. É a proteção contra os fenômenos da natureza. Como, por exemplo, ciclones, tornados, terremotos, maremotos, raios. Aqui pedimos proteção contra esses fenômenos da natureza. 

O segundo Shanti está um pouco mais próximo de nós. Pedimos proteção contra os ambientes externos, contra os efeitos mais nocivos e as energias mais carregadas dos ambiente que frequentamos. Contra a negatividade de outras pessoas ou aquela vibração que não é muito harmoniosa para nós. Também aqui podemos incluir o pedido de proteção contra as nossas heranças e tendências genéticas, que vêm junto com nosso DNA. Como são heranças, muitas vezes elas não se manifestam, então pedimos proteção para que essas tendências não precisem se manifestar na nossa experiência.

Por fim, no terceiro nível, chegamos mais perto de nós. Aqui pedimos proteção contra os nossos próprios condicionamentos e padrões limitantes. Quando a consciência não está presente, eles tomam a rédea e o comando dos nossos passos, das nossas palavras, das nossas ações e limitam a nossa experiência.

Um dos presentes que recebemos na vida é o nosso livre arbítrio. Mas será que usamos toda a capacidade de nosso livre arbítrio? Será que a gente escolhe com liberdade sempre? Se a gente está fazendo escolhas dentro desses padrões de condicionamento, será que eu sou realmente livre para escolher? Ou eu estou escolhendo dentro de um padrão? As vezes eu acho que estou usando o poder de escolha, mas se o padrão é maior do que eu e não tenho consciência, não posso dizer que estou escolhendo com liberdade. Há um filme conhecido como O Dia da Marmota ou O Feitiço do Tempo, que fala exatamente disso.

A caminhada dentro desse universo, que é o Yoga, nos auxilia para que possamos encontrar este espaço de reconhecimento e dissolução de nossos padrões limitantes, desde o nível mais denso, o corpo físico, até o mais sutil, o corpo espiritual. Será que existem padrões espirituais? Acreditar que há somente um caminho e ficar preso àquelas ideias, por exemplo? Glória Arieira, querida professora de Vedanta e discípula do Swami Dayananda, fala que, esses condicionamentos são como algemas, que inconscientemente nos prendem a determinadas maneiras de agir, falar e reagir emocionalmente.

No Yoga, nós vamos acendendo a lanterna de nossa testemunha interior, para que possamos iluminar essas áreas contraídas no corpo, na circulação, na energia, nos nossos pensamentos, nas nossas emoções, para que gradativamente esses condicionamentos possam ir se dissolvendo e, para que assim possamos experimentar mais leveza e liberdade em nossa vida cotidiana. Aos poucos vamos iluminando essas algemas que nos prendem, que limitam a nossa experiência.

A professora Glória Arieira ainda lembra que além das algemas de aço, temos também as algemas de ouro. Quais são as mais difíceis da gente se libertar? As algemas de ouro, porque elas são mais sutis e, por isso mais atraentes e fáceis de nos prendermos a elas. As qualidades espirituais podem, portanto, acabarem sim nos limitando. Também o apego às ideias e a falta de abertura para perceber e ampliar a perspectiva do olhar, ou, ainda, a separação da vida espiritual da vida cotidiana, pois, na realidade, não existe diferença.

Que possamos utilizar o palco da vida como um caminho para o autoconhecimento. Essa é via do Karma Yoga. Uma caminhada onde as ações são escolhidas com mais consciência para recebermos os frutos dessas ações como oportunidades para aprender, amadurecer e continuar caminhando, passo a passo e, a cada vez, com mais alinhamento.

Shanti Shanti Shanti

Paz Paz Paz

Newsletter

Digite seu email e receba nossa YI News.

Redes sociais

Estamos presentes nas redes sociais. Escolha onde nos seguir, compartilhar e interagir.

Fale conosco

Entre em contato e saiba mais sobre cursos, produtos, eventos e Yoga Integrativa, Namastê.

  • Tel: +55 (48) 3254-2608

logo-montanha novo sepia

 

Estrada Geral Encantada, 108 Garopaba - SC - Brasil
CEP 88495-000

www.yogaencantada.org

Você está aqui: Home Filosofia do Yoga Shanti e seus significados